quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Boa Noite


Quando Desejamos o indesejável nosso corpo se entrega de uma forma incontemplavel até para os olhos mais certos. Quando desejamos o desejado nossa alma se entrega, e nos fazemos vitima de amar por amor maior que o por nós mesmos. Logo, se torna visível a diferença entre a água e o sangue, o toque e a voz. Nada mais certo do que sentir sua leve mão descer pelos meus braços numa forma de carinho incontestável enquanto minhas pernas tremem em pensar em você e minha boca seca só de lhe ver. Boa noite minha amiga Solidão, esta noite é só eu e minha Paixão.

Luciano de Sálua

2 comentários:

  1. Escreve algo e me manda, vou ter a honra de postar no meu blog ;D

    ResponderExcluir
  2. Honrada ficarei eu,
    Em breve mandarei-lhe algo :D

    ResponderExcluir